quarta-feira, abril 29, 2009

O que não gosto em Bahrain

Como prometido, demorado porém cumprido, aqui vai uma listinha do que menos gosto por essas bandas...

1 - Falta da calçada: nas áreas residências não exite calçadas... Ok, deixa eu me corrigir e explicar melhor. Quando se está mais pros lados, digamos, downtown, as calçadas estão lá lindas e feitas, porém nas áreas residências só existe calçada se existe construção, ou seja, se tem um prédio, uma casa, restaurante, tem calçada, se o terreno está vazio também não tem calçada, com isso  somos forçados a andar na areia e o pé fica aquela coisa suja e seca, eca! E quando chove ainda é pior pois vira lama (outro dia atolei meu pé na lama literalmente!). Já percebi que em alguns lugares está havendo um certa "renovação" mas, outra vez, são as áreas de comércio. Não sei se a regra geral é você controi seu imóvel você controi e cuida da sua calçada, acho muito estranho já em qualquer lugar do mundo (ou até onde eu saiba) quando compramos um lote  existe um espaço determinado para a calçada que não faz parte do lote, porém aqui não parece ser assim... Com isso vamos vivendo com o deserto aos nossos pés mas estando entre prédio, casa, etc...

2- Higiene pessoal: Um bainho cai bem, certo?! Olha gente, eu sei que trabalhar no calor é f*** mas um banho por dia e um desodorante não mata ninguém, não é verdade? Mas acho que as pessoas aqui acreditam que por viverem em uma área de deserto podem usar a desculpa de não tomar banho... Vou dar detalhes agora, mas POR FAVOR não me entandam mal, nem pensem que estou descriminando, isso é a mais pura realidade.... Vamos aos fatos... Os indianos em sua maioria cheiram a cece (é assim que escreve?), gente banho pra eles nem pensar!!!!! Sem contar o cheiro de curry, então vocês conseguem imaginar a mistura de odores?! Sem contar que eles tem um aparência de sujos, me sinto horrível em falar assim, mas é a mais pura realidade, não importa se são aqueles mais pobres que não tem dinheiro pra nada (o que é até aceitável) ou aqueles que tem um vida financeira mais confortável, chega me da nervoso..... Já os árabes (do golfo) tem um cheiro de perfume HORRÍVEL, se um dia alguém ai vier pra essas bandas passem longe daqueles estandes de perfume árabes, o cheiro é extremamente forte e com o calor, o suor  devido a quantidade de roupa e a falta de banho fica pior ainda, eu chego a passar mal, dentro do cinema é o terror, sempre rezo pra que a pessoa que sentar próximo de mim não esteja usando um desses perfumes... Outro dia estava comprarando o perfume deles com aquele ditato que temos "por fora bela viola por dentro pão bolorento", gente as garrafas são lindas de morres, queria ter todas, mas claro se estivessem vazias... Resumindo eu não sei como eles conseguem, eu tomo banho pelo menos duas vezes ao dia, e se saio quando volto pra casa antes de ir pra cama tomo outro banho, odeio me sentir suada e com o pé sujo antes de dormir.... 

3 - Ser encarada: Não tem coisa mais irritante do que ser encarada, onde quer que eu vá as pessoas me olham como se eu fosse de outro planeta, gente eu não ando nua por ai, acho que pelas fotos que coloco aqui vocês podem ver que me visto bem descente, mas ainda sim eles olham pra gente de uma tal forma que chega a ser inconfortável, outro dia fomos do Souq (que é o marcado, tipo o SAARA, só que 1000x maior), não consegui ficar lá nem 10 minutos, sexta-feira é o pior dia pra ir lá, se tiver que voltar por lá numa sexta-feira vou de abaya e hijab , acho que só assim.... Isso me incomoda e muito, pois acho uma tremenda falta de educação, mas agora se estou num daqueles dias, eu rodo a minha baiana, aquelas bem barraqueira mesmo, e se não gostar da próxima vez pense duas vezes antes de encarar alguém, nunca se sabe  o que pode acontecer.... Mas como tudo tem um porém...... Porém tem que se tomar cuidado quando resolvemos dar um ataque de loucura, pois as vezes eles não estão olhando por maldade e sim por sermos diferentes.... Segundo o Hady muitas vezes eles me olham dessa forma pois não entendem como ele (sempre acham que ele eh indiano) pode ter conseguido casar com uma "branca" (eu sou totalmente amarela, hehhehehee), puro preconceito messssssmo (eles são muuuuiiiitoooo preconceituosos).... 

.... E por falar em preconceito...

4- Preconceito: Como já disse eles são muito preconceituosos, e eles tem aquele tipo de racismo que eu acho que é o pior de todos, contra os seus. Aqui se você é branco você é melhor... Tem creme pra fazer a sua pele ficar mais branca (tipo Michael Jackson) e até comentários tipo "minha filha, não se exponha ao sol, você tem uma cor linda tão branquinha, se você pegar uma corzinha ninguém vai te querer, você vai ficar sem marido" (comentário feito à uma amiga portuguesa)... Aqui o salário é baseado na sua nacionalidade e na cor da sua pele... Olha, eu não sei se é puro racismo ou total ignorância, mas acho horrível....

5 - Falta de respeito com o próximo: Infelizmente aqui é tudo na lei da selva... Se você está numa fila, tem que ficar de olhos bem abertos, pois tem sempre um esperto que tentar furar fila, no trânsito é pior ainda, ninguém respeita as leis de trânsito, ninguém espera a sua vez (tipo parada de 4 pontos aqui nunca que ia dar certo), no estacionamento do shopping, se você for pedestre e quiser atravessar, esqueça as regras de boa educação e as regras de o pedestre tem sempre a preferência, você tem que meter a cara e atravessar (e rezar pra sobreviver), pois a não ser que o motorista seja europeu  ou norte americano, por exemplo, você irá esperar a sua vida inteira até conseguir (pura realidade).  Aqui, tudo o que aprendemos sobre respeitar o espaço e a vez do próximo tem que ser esquecido, a não ser que você esteja lidando com um dos seus...

6- Calor: Não gosto, nunca gostei e nunca vou gostar de calor... Acho que é por isso que me adaptei tão bem ao Canadá (tá vai, lá também é quente, mas só dura 3 meses)... Sim prefiro um frio de -20 do que o calor de 25, passo mal, suo muito, me sinto cansada, incho... Tudo de ruim.... Gente ainda é primavera e já estamos em 39 graus, o que vai ser de mim em junho?! Você entra no carro e até o ar condicionado começar a fazer algum efeito você já derreteu, já está todo suado e fedendo... Aqui no Bahrain é muito úmido (diferente da Arábia Saudita que era extremamente seco, e prefiro), então sentimos mais o calor, um caminhada de 5 minutos é infernal, quando a porta abre vem aquele bafo quente.... Bebo tanta água e sempre me sinto desidratada... É horrível... Me dê 6 meses de inverno canadense mas não me dê 1 mês de calor do golfo... Cruzes!

7 - Sauditas: Bahrain é o quintal da Arábia Saudita, por ser um país liberal onde o consumo de álcool é liberado, existem bares, clubs e prostituição, os sauditas invadem durante o final de semana e o país se torna um inferno... Tudo que eles podem fazer de errado eles vão fazer, gastam todo o dinheiro em sexo, drogas e álcool, trânsito fica pior ainda, eles acham que todas as mulheres querem eles. Ir ao Seef é pedir pra ter dor de cabeça. O governo acabou com a venda de bebida álcoolica nos bares de rua e de hoteis de 1 e 2 estrelas,  e também cancelou os vistos de "artistas" para esses estabelecimentos. Eu acredito que mais pode e deve ser feito. Infelizmente eles não podem impedir que os sauditas venham no final de semana, mas depois que eles chegam a polícia fica de olhos abertos e é muito comum eles serem presos. Olha gente, é muito difícil eu dizem que não gosto de determinada nacionalidade, mas dos sauditas eu realmente não gosto, eles são hipócritas e se acham superiores por serem ricos, eles acham que o país deles é perfeito pois lá tudo é proibido, as mulheres deles tem que andar cobertas dos pés a cebeça, homens e mulheres solteiros não podem se misturar, mas no final das contas eles atravessam a fronteira pra fazer aqui tudo que eles não podem fazer no país deles (e eles concordam)!!!! Eles dizem o Bahrain tenta copiar eles.. Como assim?! O Bahrain está anos luz na frente da Arábia Saudita.... E além do mais se o país deles é tão bom, por que é que eles vem pra cá nos finais de semana? Fiquem na terra deles e parem de atazanar a vida da população do Bahrain... Certo?!

8- Ar de superioridade: Aqui eles tem esse ar de suprioridade e uma forma totalmente ignorante de pensar e ver os estrageiros, ou melhor, elas tem um ar de superioridade e uma forma totalmente ignorante de ver as estrangeira... Deixa eu dar a imagem.... Elas colocam maquiagem de striper mas vestem hijab... Ou seja, elas são melhores... Querem que eu explique melhor?... Então vai lá, vou me descreve e descreve-las, e depois eu coloco a forma deles pensarem...

Eu: Amo skinny jeans, adoro minhas saias e bermudas que vão até o joelho, gosto de blusinha básica e de blusas sociais, não visto camiseta sem algo por cima e adoro bata, tenho vários vestidos, todos de saia soltinha e no joelho, gosto de sandália rasteirinha, sapatilha e sapatinho de matar baratinha no cantinho. Sempre coloco maquiagem, coloco meu corretivo de olheira, pó, sobra clarinha, as vezes lápis de olhos mas normalmente faço o olho com a sombra, coloco meu rimel e lápis de sobrancelha, um pouquinho de nada de blush só pra dar uma corzinha e um batom rosinha clarinho ou cor de boca. Meu cabelo sempre está preso no rabo de cavalo ou esticado de chapinha... E essa sou eu

Elas - Aqui temos vários exemplos:

Ex. 1: Vestindo a abaya fechada como deve ser, com hijab, cobrindo ou não o rosto, mas sempre cobrindo o cabelo como deve ser feito, sem maquiagem e perfume, como deve ser também. Essas normalmente não te olham, quando olham as vezes dão um sorrisinho simpático e as vezes você se sempre o ser mais pecador do mundo.

Ex. 2: Vestindo a abaya, algumas com ela fechada (como deve ser) outra com ela aberta (show off), com hijab, alguma da forma apropriada cobrindo todo o cabelo mas em sua maioria da forma que é usada no golfo, com um enfeite de rabo de cavalo enorme e metade da cabeça de fora mostrando a franja (coloquei a foto pra ter uma ideia do tamanho do rabo de cavalo) e cheias de maquiagem que deixariam qualquer striper de Montreal em choque... Tudo isso é inapropriado para mulheres que decidem colocar o hijab. Essas te olham como se você fosse uma P*** 

                                                                      

Ex. 3: Esse é o mais triste de todos... É o exemplo 2 mas sem a abaya e gente como se tem mal gosto pra se vestir... Quem foi que disse que você tem que vestir tudo de duas cores? Já vi: Hijab rosa shock, blusa azul, calça rosa shock e sapato azul. E também já vi: Hijab verde, blusa amarela, blue jeans e sapato amarelo... Ah e já vi uma da mesma forma porém o sapato era um de cada cor, que claro combinava um com a cor da calça e do hijab e outro com a cor da blusa... Essas te olham como se você fosse o ser mais mal vestido da face dessa terra...

Deu pra ter uma noção de tudo? Tudo bem que tem as estrangeira que exageram um pouco também na escolha da roupa, lê-se: andam quase nuas, mas é direito delas, certo?... Tudo isso pra fazer vocês entenderem que aqui se você cobre a sua cabeça você é uma santa, não importa se você está fazendo TUDO errado e inapropriado, não importa se você deveria estar em casa como uma boa moça, já que você finge ser uma, ao invés de estar batendo perna no shopping naquele dia que os sauditas estão por lá cheio de más intenções... Agora se seus cabelos estão a mostra você deve ser uma prostituta... Mas, normalmente quem te faz sentir assim são as mulheres do golfo, que fique bem claro...

Eu me sinto um peixe fora d'água aqui, gosto muito do país mas acredito fielmente que "a ignorança é o que atravanca o pogresso"... 

Eu sou mulçumana com muito orgulho, mas não preciso cobrir minha cabeça pra dizer que sou mais fiel, e acima de tudo respeito e aceito a crença, a cultura e as idéias do próximo; infelizmente só sou tratada com um certo respeito quando coloco meu pingente que está escrito Allah...

Eu espero que um dia eles mudem, se eduquem e respeitem mais as diferença, não julguem as pessoas por suas aparências.

Bem, espero ter sido bem clara e não muito grossa (hehehehe)

Abraços

7 comentários:

Ninha, Doane e Christal disse...

Lu, quanta cultura! E quanta coisa estranha. Eu realmente acho esse choque cultural interessante, pois , ao ler seu post tive a impressão disso tudo ser cultura local. Pra gt, estrangeira, se maquiar, sandália rateirinha, vestidinho solto até o joelho e uma leve maquiagem é a coisa mais linda e além do mais uma roupa fresca...porém entram em choque com a própria cultura e vivência das mulheres daí.Uma pena, pois nada como ser livre.Não é mesmo? Agora imagino realmente que para vc deve ser muito ruim realmente todas essas diferenças e ficar aguentando o tom delas te reprovando como se você estivesse errada e pecando o tempo todo.
Quanto ao cheiro, me deu arrepio só de ler o que vc escreveu, pois eu tb ADORO um aroma gostoso, limpo, frescor e ai deve ser um sufoco!
Retire pra vc os melhores ensinamentos de se conviver com uma cultura e crenças tão diferentes.

Aahhh, depois coloca mais foto pra gt das mulheres daí, fiquei bem curiosa...hahahaha.

bjs
Ninha

Mariângela disse...

Olá, tudo bem...Que privilégio Deus tem te concedido de conhecer este mundo tão maravilhoso!
Sou aqui do Brasil do interior do mato grosso do sul e gostaria muito que você conhecesse meu blog.
o endereço é http://adoracaosemlimitesmariangela.blogspot.com/
Bjs e que deus te abençoe...

Alestrela disse...

hauhauhuhaha
caramba, lu! Funcionarias da casa???? ahan! hauahha tem um monte d puteirinho em hoteis 4 e cinco estrelas com milhoes de funcionarias...pq os meus pubs????????? ahhh, tirem as P****s mas deixem os pubs...sniff

PS: ki paciencia p escrever textos gigantes!!! kero ser q nem vc qd eu crescer! hauhauha Amo escrever mas nao sei q q me da nesse bahrain q a preguica eh grande. Deve ser o calor mesmo...rs
bjuuu

Marilena disse...

Olá Luciana,

infelizmente sempre tem o lado negativo, né? Eu fiquei um pouco assustada quando cheguei em mississauga e encontrei um monte de mulheres com veus e muitas com a burca. Agora já acostumei. O legal é que aqui ela respeitam a nossa opção, pelo menos não me sinto observada mesmo no predio onde moro que praticamente só tem muçulmanos.
Qto ao cheiro deve ser dificil mesmo. Ainda mais em uma temperatura tão alta!!!
Se bem que aqui no canada, banho também não é uma coisa lá muito apreciada. Não é raro entrar no elevador e sentir aquele cheirinho caracteristico de suor; horrivel!!!!

Eliane disse...

Oi Luciana,
fazia um tempinho que eu não passava por aqui, aproveitei para por a minha leitura em dia, entendo muito bem o que vc está dizendo. A ignorância é o pior dos defeitos. Infelizmente carrega junto muitos outros.
Bjcas e aguente firme!
Eliane

les disse...

Oi Lu, obrigada pela visita ao blog, adorei seu comment.
Infelizmente o sistema é relamente péssimo e eu acho que não há perspectiva de melhorar, afinal, o rodem quer mesmo é que seja privilégio de poucos para que os salários se mantenham altos (e mais baixo que outras provincias, mas ainda assim né ótimo salário).
O Jewish realmente é longe para nós, cheguei a ir lá atras de medico de familia, mas gostei mais do Sacre-coeur... Uma amiga faz pré-Natal no Jewish (foi onde ela conseguiu) e ama!
Sobre seu post, eu diria que muitos dos itens é exatamente como no Québec. O unico que achei oposto ao Québec é esse neg´coio de encarar, aqui é um privilégio poder sair sem ser encarada até se tiver com o fiofó de fora como as meninas andam aqui no verão! rsrs
Abraços
Erika
www.leslapins.wordpress.com

Paola Tavares Silva Wortman disse...

lu, ja tinha tempo que nao visitava o seu blog. olha querida o que posso te dizer e: bem vinda ao oriente medio. eu moro em israel e a situacao e um pouco mais light, mas ainda ... seu post me fez lembrar de muitas coisas daqui.
beijos!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails